quarta-feira, 1 de outubro de 2014

apaixonei-me numa feira medieval. o rapaz que vendia queijo fez-me voltar atrás no tempo, em que jovens misteriosos andavam de terra em terra, a tentar ganhar a vida. apaixonei-me por ele. não, não por ele. apaixonei-me pelos seus olhos verdes e misteriosos e pelo seu sorriso. nunca ninguém me sorrira assim. depois acordei e voltei à realidade. tenho demasiados devaneios.