sábado, 27 de setembro de 2014

Croácia

já passaram duas semaninhas de aulas, mas antes de vos contar tudo sobre a minha turma nova, tenho de vos dizer que é verdade que os últimos dias de liberdade são os melhores.

fui até à Croácia, de autocarro. chamem-me maluca, sou um bocadinho mesmo, mas tenho desculpa. é que é difícil não ser um pouco maluca quando passamos muitas horas com um grupo de 51 loucos. é verdade, 52 pessoas, num autocarro, daqui até à Croácia. gostava de contar-vos tudo, mas tenho a sensação de que ninguém quer saber.

há qualquer coisa como 1 ano e meio * na altura em que escrevia posts que hoje quase que me envergonham * escrevi sobre não gostar de trovoada.

hoje, tal como os meus posts, a minha opinião mudou. tenho tido muitas oportunidades para pensar sobre nos últimos dias, uma vez que a trovoada tem sido diária por aqui. a trovoada não é suposto causar-nos medo. a trovoada é Natureza, mas mais que isso, a trovoada é a maneira da Natureza nos lembrar que os humanos não a controlam. que o poder que nós achamos ter sobre ela é apenas uma ilusão. no fim, ela ganha sempre.