quinta-feira, 10 de abril de 2014

futuro

pensar no que está para vir inquieta-me. tanto o futuro de amanhã como o futuro de daqui a uns anos me assusta, me deixa a pensar. e eu não gosto de pensar sobre isso. o que é suposto vir, virá de certeza, devia de viver o momento, mas não consigo evitar. e se eu não conseguir? se eu lutar pelos meus sonhos, pelas minhas ambições e mesmo assim não conseguir? isso é o que me assusta mais. isso e aquelas pequenas coisas que eu sei que podem acontecer mas que não dependem de mim, deixando-me nenhuma hipótese de o impedir ou fazer acontecer. pergunto-me muitas vezes se sou a única a pensar nisso. não devo ser, certo?