sábado, 29 de março de 2014

continuo a acreditar

continuo a acreditar. continuo a acreditar que é possível. continuo a acreditar que é alcançável. continuo a acreditar nos sonhos e na felicidade. aconteça o que acontecer, vou continuar a acreditar, mesmo que isso signifique acreditar numa ilusão. até ao meu último suspiro, vou continuar a acreditar. porque, enquanto alguém acreditar, nada é impossível.

quarta-feira, 26 de março de 2014

encontrar-me

acho que nunca me senti mais confusa. estou a transbordar de ideias, emoções, sentimentos, sonhos, ambições, escolhas, acho que acabo por misturar tudo. já não sei distinguir nada do que sinto, já não me consigo concentrar. não há forma de saberem, pois ainda não aprendi a exprimir-me convosco tanto como gostaria, mas este ano tem sido um furacão de emoções, boas e más. ganhei novas certezas, perdi outras mais velhas, aprendi com umas e outras. e agora chega o momento em que desejava saber quem sou realmente, em que sinto que preciso de me encontrar, em relação a quase tudo. tenho de fazer escolhas, umas mais importantes que outras, mas todas vão influenciar o meu futuro e a pessoa em quem me quero tornar. preciso de encontrar o meu caminho, descobrir o que me faz realmente feliz, esquecer o que querem que eu seja e lembrar-me de quem eu quero ser. gostava que fosse mais fácil, mas talvez a vida só comece quando nós aceitarmos que nunca nada vai ser fácil.

para quem ainda não desistiu de mim, obrigada por acreditarem que um dia vou conseguir