quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Eu hoje faço aninhos :)))

E mesmo tendo dito que não queria que elas fossem pedir ao B* para me dar os parabéns hoje, elas fizeram-no e tenho de admitir que foi uma das melhores coisas do dia :)

sábado, 9 de novembro de 2013

agora está sempre a acontecer. num dia faço uma coisa que me parece acertada no dia seguinte já me parece uma estupidez.
é como a autoconfiança, um dia sinto-me a criatura mais estupida à face da terra, no dia seguinte a autoconfiança decide aparecer.
mas o que é que se passa comigo?

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

às vezes gostava de desaparecer. deixar tudo para trás. deixar os amigos, os inimigos, os erros, as memórias, boas e más. isolar-me do resto do mundo. sentar-me em frente ao mar, sentir a areia nas mãos. sentir a água fria contra a minha pele. estar sozinha. sem ninguém a julgar-me, sem ninguém a dizer-me o que fazer. não ter problemas, ninguém com que me preocupar para além de mim própria. sem medo de fazer algo errado, mais uma vez. mas, no fim, eu sei que ia acabar sempre por voltar. porque eu não consigo abandonar quem amo.

E se calhar só estou a tentar demasiado...

Estive a pensar sobre o último post... Talvez tente demasiado afastar-me, talvez só pense demasiadas vezes em que não posso pensar nele, eu só tenho de deixar as coisas acontecerem naturalmente, certo?

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Eu tento...

Eu juro que tento, tento todos os dias e continuo a tentar. Continuo a tentar não pensar nele, a tentar não pensar no que nós erámos, no que podíamos ser e no que eu podia ter feito. Tento não me arrepender. A sério que tento.
Mas há sempre algo que me puxa para ele, há sempre alguma coisa que me diz que devo sempre estar onde ele está porque talvez melhore as coisas. Mas não melhora. Há sempre algo que faz as minhas pernas começarem a tremer, tanto que penso que vou cair, há sempre algo que me diz que não devo olha-lo nos olhos porque posso começar a chorar a qualquer momento. Se calhar se nunca mais o vir vou esquecer. Mas como é que se esquece um erro destes? E se ele desaparecer talvez ainda pense mais. Tenho saudades, mas pelo menos ele está ali, todos os dias, a olhar, à espera de uma palavra vinda de mim. Já passou um ano e meio. Já não há volta a dar. Mas ele continua à espera.
 

sábado, 19 de outubro de 2013

Nem sei o que se passa...

Alguma vez sentiram que nada corre bem? Que tudo corre da pior maneira e que o culpados de tudo são vocês? Já olharam para o passado e se sentiram as pessoas mais ignorantes e estúpidas do mundo? Nos últimos tempos, é a única coisa que tenho a certeza de estar a sentir. E a pior parte? No fim do dia, sinto-me egoísta por pensar que tudo corre mal quando há pessoas que dariam tudo para ter uma vida tão facilitada como a minha.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Acho que nem está muito mau...

Educação Visual é a pior disciplina que poderia existir. Porque o meu jeito para desenhar é perto de 0. Mesmo assim esforço-me ao máximo e tento fazer alguma coisa que preste... E no fim? Tenho um 3.
Isto é a minha capa de portefólio, acho que não está assim tão má...


(a âncora foi feita com papel vegetal, clarooo)

Espero que tudo melhore...

Desde que a escola recomeçou nada, mas nada, está a correr bem. Às vezes acho que estou a exagerar, mas o número de pessoas estúpidas, mimadas e etc. não para de aumentar. Às vezes já não sei o que fazer.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Sonhar Acordada

Eu adoro sonhar acordada. Às vezes sinto que é estúpido, porque penso em coisas impossíveis. E outras vezes tenho medo de começar a sorrir do nada. Sim, porque, muitas vezes, eu sonho acordada em sitios públicos. Ou nas aulas, em vez de estar a ouvir os professores *não contém a ninguém*. Mas o melhor é sonhar enquanto leio um livro. É a melhor coisa. Não dá para evitar, nem eu pensaria em alguma vez o fazer.

Moral e Religião

Nunca fui religiosa e continuo a não ser, mas tive curiosidade em experimentar as aulas de Educação de Moral e Religião, por isso, este ano, inscrevi-me. Segundo a professora, a matéria ne 9º ano é muito interessante, e eu acredito. Nós vamos orgazinar a Festa de Natal da escola, ajudar em tudo um pouco, vamos também ajudar no Banco Alimentar e estou ansiosa. Hoje tive a primeira aula a sério, com matéria a ser dada. Falámos sobre a criação de um ser humano. Sobre o sermos únicos. O discurso que a professora teve * que quase pareceu comunicado diretamente a mim * emocionou-me. Tentei que ninguém reparasse. Acho que consegui.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Não aprendi à segunda.

Sou sempre assim. Digo que vou fazer, que desta consigo e volto sempre ao mesmo. E sou assim com tudo. Disse que ia dedicar mais tempo ao blogue, mas acabo sempre por não vir postar nada a maior parte dos dias. Tento convecer-me 'Não tens tido tempo', 'A escola não ajuda', etc., mas a verdade é que não há desculpa. Todos os dias eu tenho um tempinho livre que poderia usar para vir aqui, aprender. Mas eu nunca me consigo dedicar a nada. E isso é algo que me irrita. Algo que me irrita mais que tudo. Não só com o blogue mas com tudo. Eu nunca aprendo a lição. E faço sempre a mesma coisa. E acho que é muito *engraçado* quando digo que odeio este facto sobre mim mas sinto que não faço nada para mudar. Mas eu quero. Quero muito. Principalmente com o blog. Eu quero dedicar-me, sentir necessidade de vir ao blog assim que tenho tempo, sentir que as pessoas gostam do que escrevo, ter todas as sensações que dedicar-me a algo pode trazer. Mas eu nunca aprendo.

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Fim-de-semana, por favor, chega rápido :(

Foi a pior semana de sempre. E é só a segunda semana de aulas :( Correu-me mal, estive rabugenta, stressada por causa de discussões estúpidas e agora está a chover. Só pode melhorar e eu espero que o fim-de-semana compense... Como correu a vossa semana?

domingo, 22 de setembro de 2013

e se eu tiver de ir embora?

eu disse-lhe que não a abandonava.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Os primeiros dias de aulas...

Foram estranhos. Muito estranhos. Não ter a 'E.' a dizer disparates nos intervalos, de a ter ali, para falar sobre tudo e não tenho. Agora sou só eu e a 'L.', com momentos ainda mais estranhos, momentos de silêncio, em que ficamos a pensar em como era quando estavamos lá as três, que se seguiam de uma conversa sobre tudo isso. Tentei falar disso com ela, mas só nos causou às duas uma vontade enorme de chorar. Não sei como é que nos vamos aguentar, ainda é só o 2º dia de aulas, eu já quero que acabe...

sábado, 14 de setembro de 2013

A escola vai começar...

E eu estou nervosa. Não faço a minima ideia do que vai acontecer, tenho medo e curiosidade simultaneamente. A "E." foi embora, só cá está aos fins-de-semana, fiquei só eu e a "L."; as pessoas novas não são propriamente as melhores; eu estou preocupada com os exames. Quando alguém me diz que está preocupado com os exames e que o 9º ano vai ser complicado e bla bla bla, eu digo-lhe para não se preocupar, que há de se safar com boas notas mas eu não tenho tanta certeza... Quer dizer, eu sempre tive muito boas notas mas quando as baixei ligeiramente os meus pais cairam em cima de mim como se eu tivesse tido negativas a tudo. 'Sem pressões', não é o custumam dizer?

terça-feira, 10 de setembro de 2013

É assim que sou feliz, por isso, porquê ter vergonha?

Há uma coisa que realmente me faz feliz. Nunca falei dela aqui, porque tinha uma certa 'vergonha', mas estive a pensar... Se me faz feliz porquê ter vergonha? Muitos de vocês podem achar ridiculo, eu própria às vezes acho ridicula a maneira como fico por causa disso muitas vezes; achar que é uma coisa de criança, afinal eles nem me conhecem. Mas talvez seja por isso... Eles não me podem desiludir se não me conhecerem, não é? Mas a verdade, é que sou directioner. Critiquem-me, não vão ser os primeiros. Mas eu tinha de vos contar.
Mas agora digam-me vocês: de que tipo de música gostam mais? :)

domingo, 8 de setembro de 2013

207? O que é que aconteceu?

 Duzentas e sete visualizações só num dia? :o O que é que aconteceu? O que foi que eu nem dei por nada? :o Foi para acabar o meu dia em grande, foi? Vocês são uns queridos *-*

sábado, 7 de setembro de 2013

Outras coisinhas

Eu pensei em fazer mais umas coisas, como uma wishlist e uma espécie de 'Diário' dentro do blogue, que me 'obrigue' a escrever todos (ou quase) os dias e dar-vos a conhecer um pouco mais de mim...
Eu preciso de vos agradecer, os meus seguidores lindos, continuaram aqui à minha espera e naqueles momentos em que pensei muito a sério sobre desistir do blogue e foram vocês que me fizeram que desistir do blogue era equivalente a desistir de lutar pelo que eu quero, muitooooo obrigada, a sério :') E espero que gostem tanto do meu 'regresso' como eu ;)

A primeira mudança :)

Então, não mudei muita coisa, mas acho que foi suficiente... Só gostava de saber o que é que vocês acham da mudança, por isso, pus uma perguntazinha aqui de lado. Digam-me o que acham, pleaseee :)

Senti saudades :(

E voltei com novos sonhos, novas decisões e novas ideias :)
Eu estive a ler os post's antigos e percebi que algumas coisas têm de mudar, por isso, vai haver uma mudança no blogue, uma mudança para algo melhor, é claro. Vou começar com uma mudança'zinha de 'look', mas não sei ao certo o que mudar :( Se alguém tiver ideias, são todas muitooo bem-vindas xb
Tive saudades de postar, a sério que sim e epço desculpa por ter estado tão ausente :( Adoro-vos, meus lindos ♥

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Eu Amo-te.

Já passou um ano e alguns dias desde a última vez que falámos. Não foi um ano fácil, nem por sombras. Nem imaginas quantas vezes me lembrei dos momentos que passei contigo, que me marcaram, quantas vezes sonhei contigo, quantas vezes disse a mim própria: 'Assim não vais a lado nenhum, é hoje que falas com ele' e quantas vezes cheguei ao fim do dia e pensei: 'És tão cobarde. A culpa foi tua, tu tens de resolver a situação. Mas tu preferes ir pelo caminho mais fácil não é? Desistir. És tão cobarde que não percebes que te vais arrepender para o resto da tua vida'. Não imaginas a quantidade de estratégias em que pensei para voltar a falar-te. Não imaginas a batalha que tive contra mim mesma durante este ano e que eu sei que não vai acabar tão cedo. Não imaginas o que dói quando me olhas nos olhos e eu nos teus, quando passo por ti na escola. Nem imaginas o tamanho da vontade que tenho de te abraçar sempre que isso aconteçe. Estou sempre numa controvérsia de pensamentos, durante o dia, todos os dias, salto do 'Não ia dar em nada, de qualquer maneira' para o 'Mas agora nunca vais saber se ia dar ou não' e depois para o 'É tarde demais' e para o 'Só é tarde demais quando tu decidires desistir'. E acho que é o que estou a fazer neste momento. É um grande ato de cobardia, parece que sou demasiado cobarde para parar de pensar que não consigo. Há algo de intimidante no teu olhar. Há algo em ti que me faz sempre voltar a atrás com a decisão de que 'Vou esquecer'. Há algo que me faz chorar sempre que me lembro daqueles momentos. Mas agora aqui, a escrever isto, com as mãos a tremer, lágrimas a escorrer-me pelo rosto e um aperto enorme no coração eu sei que um dia vou ter de dizer adeus e seguir em frente. Só não sei quando vou estar preparada para esquecer tudo o que me fizeste sentir e deixar outra pessoa fazer-me sentir da mesma forma... No fundo, nem sequer sei se é possivel. Obrigada pelas coisas novas que me trouxeste, obrigada por me teres ensinado a amar de verdade, obrigada por tudo, mas acho que chegou a altura de dizer Adeus.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Por que é que tornas as coisas dificeis?


Quanto mais quero afastar-me de ti, mais vezes decides fazer-me lembrar de tudo. Por que é que não me deixas seguir em frente? Seria muito mais fácil para ambos, mas não. Tu queres ir pelo caminho mais díficil, o caminho em que me fazes sofrer até não me restar nenhuma lágrima para chorar.

quarta-feira, 5 de junho de 2013

E quando...

alguém vos desilude com uma 'simples brincadeira'?

Medo de Viver

Perdida no medo
Medo de sofrer
Medo de magoar
Medo do medo
Medo de morrer
Por fim
Perdida no medo de viver


O que acham? É melhor ficar-me pela prosa?

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Eu não o odeio.

Sabem quando se tentam enganar a vocês próprios? Fingir que odeiam uma pessoa e fingir que não suportam vê-la só para se tentarem convencer a vocês próprios de que já não gostam dele(a)? Deve ser a maior prova de que amam essa pessoa.

domingo, 12 de maio de 2013

Estudar e estudar e estudar

Estamos a 1 mês e 2 dias das férias e eu aindaa tenho, pelo menos, 7 testes por fazer... Estou exausta, eu realmente preciso de férias :c Quantos testes é que ainda têm por fazer? 

sábado, 11 de maio de 2013

Aparelhoooo (:

Yap, hoje foi o primeiro dia em andei a carregar um montes de arames dentro da minha boca. Não é tão desconfortável como eu temia, mas é um pouco doloroso no que toca a alimentar-me, e digamos que isso é algo que eu preciso mesmo muito. o: Quem é que usa ou vai usar aparelho? Alguém tem algum conselho para alguma coisa que eu deva ou não deva fazer? Estou um pouco às escuras com isto...

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Dia da Liberdade



Sou a única a ficar emociada sempre que oiço o 'Grândola Vila Morena'? Eu não estava cá, não vivi nada do que as pessoas que nos deram Liberdade viveram, não percebo nada de politica mas consigo perceber que o que os nossos avós conquistaram está a ser-nos retirado mais uma vez.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Pedido de Desculpas

Hoje de manhã estava muito bem a passear pela escola, a tentar falar com o F, quando entro no bloco e vi que estava completamente cheio de gente. Como estavam todos em circulo pensei qe estava alguém a discutir ou à porrada, mas pensei qe nao iam fazer isso no átrio do bloco. Perguntei a alguém qe lá estava e a resposta deixou-me quase em choque. Um rapaz que devia ser do 11º ou 12º ano fez um pedido de desculpas em frente a toda a escola à *ex*namorada. No chão estavam petálas espalhadas em forma de coração e estava a dar uma música linda. A rapariga chorou. Foi a coisa mais fofa de sempre. E são estas coisas que te fazem pensar que quando fores um bocadinho mais velha *já que eu tenho 14 anos*, também queres ter uma história destas. E dou os parabéns ao rapaz. É preciso ter coragem.

sábado, 20 de abril de 2013

Frases Soltas #1

Dizem que a esperança é a última a morrer. Deve ser por isso que dói tanto quando morre.

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Estou em choque.

Eu não acredito que isto aconteceu mesmo. Eu *nós* conseguimos falar com ele. Eu acho que ele nao nos conheceu, mas pelo menos nao nos ignorou. Nós falamos com ele o: Desculpem, eu estou mesmo chocada. 

terça-feira, 9 de abril de 2013

Confusa



Hoje, quando te vi, não consegui falar. Limitei-me a sorrir para o chão. Eu não acho isto normal, a sério.... Como é possível achares que 'gostas' de alguém que nem sequer conheces, com quem nunca trocaste uma palavra e alguém com quem não consegues falar? Simplesmente, não é.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Procura-se Inspiração

Bem, parece que a minha inspiração decidiu tirar umas férias sem avisar. Não me dá jeito nenhum. Alguém a viu? Precisa de um grande sermão -.-

quarta-feira, 3 de abril de 2013

E quando...


... a tua própria irmã te diz ' Não te preocupes, um dia alguém há de gostar de ti. ' (nem sei se em tom de brincadeira ou não) e ' Tu é que és sempre a coitadinha. '. Ficas com medo do que as outras pessoas que não te são nada pensam.
Simplesmente estou farta de não ser o que todos querem que eu seja.

sexta-feira, 15 de março de 2013

quarta-feira, 13 de março de 2013

Quando é que eu aprendo?

Passo o tempo todo a dizer que vou mudar de atitude, que tenho de fazer algo para mudar, mas quando chega o momento, quando tenho uma hipotese de o fazer, todos os pensamentos desaparecem e a única coisa na minha cabeça é o receio e o medo. Estou mesmo farta de não aprender com os erros e de viver sob este medo, sob a certeza de não ser e de nunca vir a ser tão boa como todos os outros.

sexta-feira, 8 de março de 2013

Seguir Em Frente...



É agora. Tem de ser. Vai custar, não se deixa de amar uma pessoa de um dia para o outro, muito menos quando estamos a falar de ti. Mas não dá mais, não consigo. A partir de agora, quero focar-me nos meus amigos, em mim, na minha família e, quem sabe, em conhecer pessoas novas. Vai ser dificil, mas nunca ninguém disse que a vida é fácil. As memórias vão ficar, para sempre, não posso negá-lo, mas eu sou demasiado nova para ficar "presa" a uma coisa que, de uma maneira ou de outra, não iria dar em nada. Obrigado por tudo, mas agora, vou à procura da Felicidade.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Trovoadaaaa :c

Aiiiiii, não gosto mesmo $: Tenho medo, quase que entro em pânico só de ouvir aquele barulho terrível! Porque é que a trovoada não são só os relâmpagos? Assim toda a gente gostava de trovoada :c

domingo, 17 de fevereiro de 2013

2 # carta para a tua paixão

não sei como fazer isto. tanto para te dizer e agora fiquei sem palavras.

olá, rapaz que eu odiava.
sim, eu odiava-te, nem perguntes porquê, nem vale a pena. sim, eu odiava-te por uma razão sem fundamento, tinha um comportamento de criança, julguei-te sem te conhecer e foi um erro dos grandes.
obrigado. obrigado por tudo. tu quase que me defendeste sem me conheceres de lado nenhum, tu nunca me puseste de parte como todos os outros, tu nunca foste igual aos outros, nem nunca serás. és uma das melhores pessoas que eu já conheci, tu és diferente e mesmo assim eu tive a coragem para arruinar tudo. depois disso ainda fui (sou) cobarde o suficiente para ter deixado passar tanto tempo, para deixar que fosse tarde demais. não sabes como eu me odeio por tudo isto. não há um dia, desde 'aquele dia' em que eu não imagine com seriam as coisas se tudo fosse diferente. e é aí que começa o jogo dos "se's": e se eu não tivesse estragado as coisas? e se eu tivesse a coragem de resolver o que aconteceu? e se...? e se...? eu quero acabar com isto, acredita que quero, mas eu tenho demasiado medo, acho que tenho medo que seja tarde demais, ou talvez tenha medo de me iludir, talvez, não sei. eu só sei que te amo mais do que qualquer outra coisa e isto continua a crescer. mas... eu não posso deixar passar mais tempo. finalmente arranjei coragem para arriscar, coisa que eu nunca faço. eu vou falar-te. fui eu que começei, eu vou acabar. mesmo que tu me ignores, o que, sinceramente, é o que eu penso que vais fazer, já não podes dizer que eu não tentei. eu só queria que tu soubesses que só consigo pensar em ti e que te agradeço por tudo o que me fizeste passar, eu estava a precisar.

Eu adoro-te.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

As férias servem para ver filmes :)

Eu adoroooo cinema e adoro ver um bom filme. Nestas férias vi 2 filmes que recomendo mesmoooo:
  "Burlesque": Para quem gosta de filmes do tipo musicais , o que nem é bem o termo para este filme, é ótimo. Conta a história de Ali (Christina Aguilera) que não tem família e decide mudar-se de Iowa para L.A., repentinamente. A história tem muito que se lhe diga, antes de conseguir subir ao palco do clube onde quer trabalhar, ainda passa pelo bar do mesmo. Tem de lidar com a "diva" do clube e ajudar a dona do clube, Tess (Cher), a salva-lo. Provalvelmente já viram este filme, mas nunca é demais relembrar (:



Este passou a ser um dos meus filmes favoritos porque eu adoroooo dança. O filme é basicamente sobre uma rapariga cujo pai é dono de uma rede de hóteis, que não tem tempo para a filha. Ela quer tornar-se mais independente e mudar o seu estilo de dança para conseguir entrar numa academia de dança. Junta-se à "The Mob" um grupo de dança de rua que tenta fazer-se ouvir no meio de uma cidade enorma: Miami. 

Alguém me dá sugestões de bons filmes para ver nos próximos dias?
Beijinhos *



sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

escrever ou não escrever....

tenho tentado escrever a 2ª carta. sim, aquela que seria destinada a ti, mas... bloqueias-me os pensamentos e a lógica das frases e no fim só sai um amontoado de palavras que se calhar para ti nem significam nada. é muito díficil escrever uma carta assim, há tanta coisa que te queria dizer quem nem sei por onde começar, nem onde acabar. é neste estado que me deixas. e agora, o que é que eu faço?

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

desabafo :c

- tenho o pequeno pressentimento de que este post vai ficar gigante e dou já os parabéns a quem tiver paciência para dar atenção aos meus problemas, mas eu tenho mesmo de falar disto, já não aguento.
- eu não me sinto uma "pessoa normal", e não falo no sentido de me achar maluca, porque isso é mentira. eu nunca fui como as minhas amigas e sempre odiei isso sobre mim. a verdade é que muitas das vezes em que eu estive muito "deprimida", o amor nem foi uma das grandes causas. eu sempre fui muito tímida, desde que me lembro, e com o passar dos anos percebi que sou muito mais do que isso. eu sou tímida, sim, mas esse não é o meu único defeito. eu sou desinteressante; eu não sei ter conversas interessantes com ninguém, só se alguém puxar por mim; eu não digo "coisas engraçadas" como os outros, eu só digo coisas estúpidas que não têm nem piada, nem sentido, muitas vezes; eu não sei dar respostas quando alguém me provoca, eu apenas me calo. e este é só um dos meus muitos defeitos. eu gostava de mudar. eu cresci com pessoas muito melhores que eu, e sempre tentei ser como elas, mas nunca consegui. sempre me achei muito mais infantil que os outros. e atrás de tudo isto está a resposta para o facto de eu nunca ter tido, realmente, um namorado. a maior parte das pessoas não sabe, mas quando percebem que eu ainda não dei o meu primeiro beijo ficam chocadas. eu pergunto-lhes qual é o problema, faço-me de desentendida, é claro que eu sei qual é o problema.
- este texto está bastante confuso e não me parece que alguém vá ter paciência para ler isto mas, resumindo, eu só queria ser diferente ou pelo menos aceitar-me como sou, mas isso não vai acontecer...
p.s.: peço desculpa, se alguém tiver lido isto, está mesmo confuso $:

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Parabéns Princesa!

Muitos parabéns princesa!

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

1 # carta para a(s) tua(s) melhor(es) amiga(s)

Não consegui escolher uma de vocês, por isso aqui vai:
Olá Lu, olá Lisa (:

nem sei por onde começar. bem, tudo começou naquele dia de Setembro em 2009. luana, será que ainda te lembras? eu estava a precisar de alguém, alguém que realmente me apoiasse e de repente, ali estavas tu, de um dia para o outro. não conhecias quase ninguém, mas nós quisemos por-te logo à vontade. fomos falar contigo, quebrar o gelo e pareceste-me bastante simpática. fiquei mais tempo contigo do que o resto da turma. passado uma semana parecia que já te conhecia à anos. contei-te tudo sobre mim e já sabias quando eu não estava bem. sempre tiveste paciência para me aturar, para aturar as minhas queixas, as minhas criancices e sempre lá estiveste. admiro-te por ter passado por tudo o que passaste e conseguires andar com um sorriso na cara, mesmo que nada esteja bem.
depois foste tu, elisa. foi há apenas 1 ano. parece que foi à tanto tempo, não é? o: eu era a única pessoa que tu conhceias na turma, ou quase, e fui logo direita a ti, assim que entrei na escola. estava sempre a esquecer-me do teu nome...tinhas (e tens) um feitio dificil, e tu sabes disso, e foi muito dificil aprender a lidar contigo, mas agora já consigo perceber alguns dos teus comporatmentos, só alguns ;) adoro as nossas conversas às quintas-feiras, mesmo que sejam as coisas mais parvas de sempre. podes ter os teus defeitos, tal como toda a gente, mas quando eu preciso de um apoio, eu sei que estás lá.
luana, quando me deram a noticia que ias para fora, que ias ficar longe de nós, foi como se tudo desaparecesse, já nada ia fazer sentido. as nossas danças parvas, as nossas conversas descabidas, só faziam sentido a três e não a duas. mas ias à procura de uma vida melhor e nós tinhamos de aceitar. aliás, nós só queriamos o melhor para ti. mesmo assim, quem ficou pior, quem chorou mais, foste tu. porque tinhas medo que nós pensassemos que nos estavas a abandonar. nunca amor, nunca. mas voltaste e isso é o que interessa, tudo faz sentido de novo.
minhas lindas, resumindo as barbaridades que disse em cima, eu amo-vos e não poderia pedir melhor amigas melhores que vocês. só quero que saibam que sem vocês, a minha vida já não fazia sentido. OBRIGADO POR TUDO SUAS PARVAS! ♥

Beijinhos, a vossa amiga mais estúpida $:

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Músicaaaa (:

 

Porque sem música, eu não vivia.



terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Escola, odeio-te -.-'

Peço-vos imensa desculpa por ter publicado regularmente e nos próximos dias também vai ser dificil, devido a trabalhos e os testes que se aproximam. Este ano está a ser mais complicado que os outros e estou um bocadinho aflita, assim uqe poder, vou compensarvos! :c Desculpem mais uma vez $:

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Bom Dia!!

Muito bom dia meus lindos (: Quem não tem aulas de manhã? Boa semana de aulas e sejam felizes!

domingo, 20 de janeiro de 2013

Sou a única que todos os dias pensa isto? $:

http://24.media.tumblr.com/tumblr_ma5ibuj40J1qhf8zao1_500.jpg

Thank You ♥

 Muitooo obrigada aos meus 4 seguidores... Podem ser poucos, mas são bons ;) Obrigada por me acompanharem neste inicio de jornada como Blogger, tudo está a ser muito importante para mim e vocês são uma das maiores razões. Será que vos podia pedir uma coisinha? $: Só queria que me dessem sugestões para melhorar, porque eu quero aprender com os melhores ;) Mais uma vez: Obrigada ♥

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

O que devo fazer? Seguir em frente? Desta vez não consigo. Talvez por tudo ter ficado mal esclarecido. Ou talvez por te amar demais.

Foi estranho voltar a ver-te depois do que aconteceu ontem. A cada segundo que passa, a certeza de que nunca me senti assim e que te amo aumenta, mesmo que seja em vão. Mesmo que voltássemos a falar, nunca irias olhar para mim. Eu nunca serei o teu "final feliz".

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

I'm in love


eu não tinha certezas sobre o que sentia por ti até hoje. continuamos sem falar, não falamos à exatamente 7 meses e 2 dias mas... olhaste para mim. não foi a primeira vez nestes 7 meses mas desta vez foi diferente. quando olhaste para mim só me apeteceu abraçar-te para nunca mais te largar. quando os teus olhos encontraram os meus foi como se o meu mundo tivesse desabado de uma vez. Estavas com um olhar tão magoado e fizeste-me lembrar mais uma vez (como se eu não me lembra-se disso a cada segundo que passa) que eu estraguei tudo. apesar de tudo, hoje tenho a certeza: eu nunca senti nada assim por ninguém e acho que é a primeira vez que me sinto segura para dizer: eu amo-te.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Só queria perdir desculpa às poucas pessoas que costumam seguir os meus posts, eu ainda não sou uma boa escritora, tenho dificuldade em expressar-me por vezes, mas eu sei que vou conseguir. Ser blogger é um estilo de vida e só agora é que eu começo a perceber isso. Vejo textos tão lindos e percebo que vêm mesmo do fundo do coração e penso: "Um dia quero escrever assim". Obrigado às pessoas que me têm apoiado, vocês sabem quem são (:
Alguma vez se sentiram desesperadamente confusas(os)? Já não sei o que pensar... é possível gostarmos muito de uma pessoa mesmo que ela te magooe uma e outra vez? 

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Girls Aren't Toys

fiquei completamente chocada, hoje. por acidente ouvi uma conversa numa aula e percebi que a situação é muito pior do que eu pensava. os rapazes tomam-nos por brinquedos descartaveis que podem 'deitar fora' quando já não querem brincar. nas palavras da pessoa que me desilude cada vez mais: 'muitos rapazes preferem raparigas mais novas que eles porque são mais fáceis: tu chegas ao pé delas dizes 3 palavras e elas caiem logo'. Isto magoou. Magoou muito. Se algum rapaz estiver a ler isto, dou-vos um conselho: se pensam da mesma forma que o meu "amigo", estão muito enganados e vão sofrer por causa disso... Pensem antes de dizerem ou fazerem alguma coisa...

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

É incrível a minha capacidade de estragar a maior parte das coisas boas que me acontecem... Tu apareceste na minha vida e fizeste de bóia de salvação mas eu... Eu VOLTEI a estragar tudo. sempre fui muito timida, mas tu mudavas-me completamente. ficava tão parva ao pé de ti, não falava, literalmente, tinha demasiado medo... mas tu puxavas por mim, incentivavas-me a falar mesmo que não me conhecesses de lado nenhum. um dia esse meu medo estragou tudo, não tive coragem para te falar, fui tão estúpida e agora perdi-te. talvez nunca volte a conseguir falar contigo. estou a ser uma cobarde, eu sei. eu não te mereço. és uma das melhores pessoas que eu já conheci e eu fiz o que fiz. odeio-me todos os dias por isso, tento seguir em frente, mas não dá, não dá mesmo.

domingo, 13 de janeiro de 2013

tu gostas de me ver confusa. ate de me ver a sofrer. dantes não tinha bem a certeza, mas já me deste provas suficientes. não sei se te lembras, mas eu lembro-me. lembro-me de tudo o que me fizeste passar. agora chamasme "raquelinha" cada vez que falas comigo, mas durante 5 anos, 5 anos em que me preocupei contigo nem sequer me dirigias a palavra. agora, chateias-me o dia inteiro se estiver com uma cara mais triste do que o normal mas naquela altura, eu podia estar a chorar desalmadamente, sem ninguém para me apoiar que tu nem reparavas. afinal o que é que tu queres? o que tu queres é fazer com que eu volte a apaixonar-me por ti como dantes, mas podes esperar sentado porque isso não vai acontecer...

sábado, 12 de janeiro de 2013

Príncipe Encantado

Desde pequenas que sonhamos com ele, temos de admitir... Depois, começamos a crescer e a deixar de acreditar em contos de fadas. Deixamos de acreditar em "príncipes encantados". Crescemos a ver os outros a serem felizes e perguntamo-nos se algum dia vai chegar a nossa vez. Duvidamos.
Histórias de amor maravilhosas acontecem às nossas amigas e nós ficamos contentes por elas, mas... Então e eu? Quando é que vai chegar a minha vez?
Todos temos momentos em que estamos em baixo, em que só apetece gritar que estamos aqui, que existimos e que também gostavamos de ser amados. Amados a sério. Há momentos em que parece que isso nunca vai acontecer, eu sei que há, acreditem em mim... Mas nós não podemos pensar assim. Há alguém lá fora que está á nossa espera apenas ainda não chegou a alturra certa para a encontrares...

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Segredos

Para que é que eles servem? Só para arranjar problemas? Se não, às vezes parece. Odeio ter de guardar segredos das minhas melhores amigas. E hoje podia ter estragado tudo. Pensei que podia estar a "proteger" toda a gente envoldida e principalmente aquela pessoa que não sabia, mas apenas piorei as coisas... Gostava de saber quando é que vai chegar o dia em qe eu vou fazer alguma coisa que preste...

domingo, 6 de janeiro de 2013

Já não tenho paciência para algumas pessoas... Odeio quando alguém quer sempre ter razão... Nunca fui assim e faz-me muita confusão e tenho encontrado muita gente assim... Mas agora também já não tenho paciência para nada, não sei mesmo o que se passa, será que é normal?  

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Que venha 2013!

Só vos queria desejar um 2013 feliz. Estou com um feeling de que este ano vai ser inesquecível! ;)